Psicóloga que defendeu a família tradicional recupera o seu registro após liminar

Resultado de imagem para Psicóloga que defendeu a família tradicional recupera o seu registro após liminar

Uma boa notícia para a comunidade de psicólogos que seguem o cristianismo no Brasil, tendo em vista que uma das suas colegas, a psicóloga Patrícia de Souza Teixeira (CRP-12/06777), que havia sido cassada pelo Conselho Regional de Psicologia do seu estado por ter se posicionado em defesa da família tradicional, recuperou o seu registro.

Os advogados de defesa da psicóloga entraram com uma liminar contra a decisão que cassou o registro de Patrícia, alegando que os direitos de liberdade de consciência, crença e expressão, garantidos pelo Artigo 5° da Constituição Federal do Brasil, foram violados.

Com base na liminar, o juiz Vilian Bollmann, titular do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, derrubou a cassação de Patrícia Teixeira, lhe devolvendo o direito de exercer legalmente a psicologia.

“Diante da ausência de comprovação fática de parte dos atos imputados ao requerente, a fixação da pena máxima de cassação do exercício profissional aplicada se mostra excessiva”, diz a sentença. O processo continua em tramitação, mas a profissional pode exercer a sua profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.