“Colunista do UOL que fez críticas à Secretária de Bolsonaro recebe R$ 4361 por mês de deputada petista Érica Kokay”

O Portal Uol omite a informação que Michel Platini, seu colunista, é cargo de confiança do gabinete da deputada petista. As críticas são contaminadas por questões partidárias e foram publicadas no horário em que ele deveria estar trabalhando na Câmara

Milícias digitais, robôs pagos, gabinete do ódio. Essas palavras são comuns na boca da esquerda brasileira. Acuse daquilo que o acusa é a estratégia Marxista. Com exclusividade mostramos que a história é ao contrário.

O Colunista Michel Platini, do Congresso em Foco, do UOL, que criticou a Secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Priscila Gaspar e disse em seu artigo publicado hoje (17), às 9:39 da manhã, que ela estaria perseguindo nas redes sociais líderes surdos que pensam e se posicionam diferente dela, apresenta uma informação contaminada e carregada de ideologia.  

O Portal Uol omite de seus leitores a informação de que seu colunista é remunerado pelo gabinete da deputada Érica Kokay do PT. Em seu artigo, Michel Platini faz críticas ainda a Michelle Bolsonaro

De acordo com informações públicas do Portal da Transparência, Michel Platini Gomes Fernandes, recebe R$ 4361,33, além de auxílio de R$ 982 desde abril deste ano. Ou seja, o colunista do UOL que faz críticas a Secretária do governo Bolsonaro, na verdade é um assessor de gabinete da deputada Érica Kokay. Ou ao menos deveria ser.

A reportagem do Agora Paraná, procurou Michel Platini no gabinete da deputada petista, mas não foi encontrado. Por telefone, o servidor do gabinete disse que não tinha autorização para passar o telefone celular do assessor/colunista do UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.