“‘Homem’ trans dá à luz bebê de parceira ‘não-binário’ com DOADORA de ESPERMA”

“Homem trans dá à luz bebê de parceirx não-binário com doadora de esperma”, esta foi a manchete publicada pelo jornal britânico Daily Mirror, neste último sábado (28). A construção da frase é um “pouco” confusa e necessita de umas aulinhas com a turma da esquerda para compreender a construção da “família mais moderna da Grã-Bretanha”.

De acordo com o jornal Daily Mirror, o orgulhoso “pai”, Reuben Sharpe, revelou como “ele” deu à luz o bebê milagroso Jamie, com o “parceiro” Jay na “família” mais moderna da Grã-Bretanha – e até o médico do casal era transexual.

Segundo o Daily Mirror, Reuben Sharpe é uma mulher biológica de 39 anos, que mesmo se tornando um “homem” transexual há 12 anos, “ele” ainda teria seus instintos maternos aflorados. Por isso, há seis anos, parou de tomar testosterona na esperança de um dia ter um filho.

E esse sonho se tornou realidade quando “ele” e seu “parceirx” Jay tiveram um bebê. Jay não se considera um ser humano binário – portanto, não se identifica como homem ou mulher.

A DOADORA de ESPERMA era uma “mulher trans” … e até o médico que acompanhou a dupla era trans.

Reuben e Jay estão entre as primeiras duplas a falar abertamente sobre sua notável jornada.

O pequeno bebê, Jamie, chegou há três meses e a “família” mais moderna da Grã-Bretanha acabou de comemorar o seu primeiro Natal em casa.

“Demorou seis anos para chegarmos até aqui, mas agora temos um bebê nos braços e esse era o objetivo final. Eu finalmente me sinto completo. Não era que eu estivesse desesperado por ter a experiência do parto ou da gravidez, mas eu queria um filho e eu tinha a facilidade de fazê-lo. Nossas famílias amam crianças. Fiquei tão feliz que minha família estava tão animada com nosso bebê quanto com seus outros netos”, disse Reuben radiante de orgulho à reportagem exclusiva ao Daily Mirror.

De acordo com o jornal britânico, o caminho para a “paternidade” certamente foi longo e sinuoso.

Reuben explica como ela começou a viver como homem em 2007 – tomando hormônios masculinos que a deixaram com barba, voz grave e feições masculinas. Mas, percebendo que queria um bebê, Reuben conversou com um médico de confiança sobre a possibilidade de engravidar e teve a certeza de que era possível, pois ainda tinha o útero e ovários.

Então, Reuben fez uma pausa em seu tratamento com testosterona para iniciar o tratamento de fertilidade.

Reuben conheceu Jay, de 28 anos, em um barzinho e desde então, não se separaram mais.

Jay – que é conhecida não como “ele ou ela”, mas como “ili ou ilu”, teve uma remoção dupla da mama.

À medida que a dupla se relacionava, Reuben abordou o assunto da gravidez.

“Depois de alguns meses, comecei a ficar nervoso, percebendo que estava planejando ter um filho – eu vinha pensando nisso há três anos. Percebi que teria que falar com ‘ili’. Se ‘ili’ não quisesse filhos, teríamos que terminar. Consegui falar sobre o assunto, mas felizmente Jay estava abertx à ideia”, disse Reuben.

“Pareceu certo – queríamos criar filhos da mesma forma”, acrescentou Jay.

Reuben enfrentou testes intermináveis de seus níveis hormonais e fertilidade e, a certa altura, um amigo se ofereceu para gerar o bebê, caso ela não pudesse.

Depois de 6 anos, Reuben voltou a menstruar.

Em seguida, Reuben e Jay tiveram que considerar quem poderia atuar como doador de esperma. Através do Facebook, elas entraram em contato com uma “mulher” trans que ainda produzia esperma.

“A doação de esperma é uma grande decisão a ser tomada, mas quando pedimos ao doador, parecia tão certo. Enviamos uma mensagem no Facebook para perguntar”, disse Reuben.

Jay e Reuben optaram por ter o esperma inserido no útero de Reuben por um médico em uma clínica particular de fertilidade.

“A primeira tentativa não funcionou. Eles me deram uma injeção de fertilidade e eu liberei muitos óvulos. Não conseguimos continuar com essa tentativa, pois poderíamos ter seis filhos! Tentamos uma segunda vez…Fiz o teste, ignorei e fui escovar os dentes. De repente, Jay estava gritando na sala e me dizendo para olhar – era um resultado positivo”, disse Reuben ao Daily Mirror.

Os meses que se seguiram foram uma montanha-russa de emoções. Reuben e Jay gostariam que a gravidez e o nascimento do bebê fossem uma experiência normal. No entanto, Reuben achou frustrante que as pessoas não a tratassem como um homem.

“Pareço um homem, tenho barba. É bizarro que alguém não evite dizer ‘ela’. As pessoas fizeram perguntas muito invasivas sobre partes do corpo e como eu daria à luz. Dar à luz não é uma coisa trans. As mulheres também dão à luz de maneiras diferentes”, disse Reuben.

A dupla elogiou a forma como foram tratadas por parteiras que foram especialmente treinadas no Hospital Royal Sussex, no Condado de Brighton.

“Na verdade, gostei da minha barriga de grávida. Foi muito positivo e gostei muito – sou homem e engravido. Há muitas mudanças a serem feitas, mas eu me senti livre disso. As mulheres lutam com seus corpos quando passam pela gravidez também, então, não é algo que um homem trans sentiria exclusivamente”, disse Reuben.

"'Homem' trans dá à luz bebê de parceirx 'não-binário' com DOADORA de ESPERMA" 19

A Dupla disse ao Mirror estar confiante de que sua situação familiar será vista como normal quando o bebê crescer cercado por pessoas com a mesma opinião em Brighton, sua cidade natal.

“Trata-se de ter o tipo certo de comunidade ao nosso redor, para que eles possam ver diferentes tipos de famílias. Tudo o que podemos fazer é tentarmos ser realmente abertos desde o início com eles e outras pessoas ao nosso redor”, disse Jay.

Reuben foi quem carregou o bebê durante essa gravidez, mas Jay também se manifestou estar aberta a fazê-lo no futuro. A dupla planeja “se casar” no próximo ano e não quer que conste nos documentos as palavras “pai” e “mãe”.

conexão politica

One thought on ““‘Homem’ trans dá à luz bebê de parceira ‘não-binário’ com DOADORA de ESPERMA”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.