De quem é o discurso de ódio mesmo? Falando sobre o Papa, jornalista do G1 chama milhões de internautas de IMBECIS!

A reação que o papa Francisco teve na noite desta terça-feira, 31, ao repreender com tapas na mão uma mulher que o puxou pelo braço virou um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta quarta-feira, 1º. Nos trending topics, o termo ‘papa’ chegou a ficar em segundo lugar nesta tarde. 

Um efeito colateral das redes sociais foi dar voz a milhares, milhões de imbecis, e basta que um punhado deles se articule para causar um estrago enorme.”

A frase acima foi proferida por um colunista do G1, Luciano Trigo, em seu blog “Pop e Arte”. É uma oração pedante, arrogante, preconceituosa e insensata. O referido jornalista, que também é escritor e editor de livros, estava falando sobre o comportamento do Papa Francisco, no episódio que deu 2 tapas numa fiel e que depois se retratou, após a repercussão nas redes sociais.


No texto do referido jornalista pensa o mesmo que é perigoso uma autoridade, ou celebridade, se retratar das suas condutas, que causem repercussão nas redes sociais, porque assim se está dando razão à voz de “milhares, milhões de imbecis, e basta que um punhado deles se articule para causar um estrago enorme.”

Quanta petulância e quanta infelicidade! Denominar milhões de pessoas com o mega palavrão “IMBECIS” é uma ofensa que foge a qualquer padrão de ética. É opinião, é claro, mas é também o famosíssimo DISCURSO DO ÓDIO.

Quem é realmente inteligente, sábio, no mais literal significado do termo, é humilde e não soberbo. “Só sei que nada sei”, já dizia Socrátes, o pai da filosofia, dando a ideia de que a verdadeira sabedoria repousa na humildade, no respeito à opinião alheia, e na constatação de que todo conhecimento é vasto, muito vasto, vastíssimo, ao ponto de ninguém poder esgotá-lo.

Nossa civilização judaico-cristã também já aprendeu que a “humildade precede a honra”, sendo este um preceito bíblico.

Eu fico pensando sobre como será a personalidade de um indivíduo que ousa chamar milhões de internautas de imbecis, talvez pensando tal pessoa ser o único dono da verdade.

Em verdade, o pensamento desse jornalista é meio tosco. No seu texto fica claro sua indignação  contra o papa Francisco porque o mesmo, Jorge Bergoglio (o nome do Papa), pediu desculpas pelo seu erro, pelos dois tapas na fiel católica. Ele disse que o Papa não é um ser humano comum como os outros, como se o Papa não tivesse o mesmo aparelho digestivo, e outros órgãos, como todo ser humano tem.

O Papa pediu desculpas justamente porque sabe que é um ser humano como qualquer outro, sujeito à paciência ou impaciência. O Papa sabe que não é o guia espiritual de toda humanidade, de judeus e protestantes, por exemplo.

O Papa sabe que errar é humano e que permanecer no erro, chamando milhões de internautas de imbecis, é a verdadeira BURRICE.

One thought on “De quem é o discurso de ódio mesmo? Falando sobre o Papa, jornalista do G1 chama milhões de internautas de IMBECIS!

  • 3 de Janeiro, 2020 at 14:30
    Permalink

    Ao meu ver o tal Luciano Trigo.no seu pop& arte é o único imbecil nesse história. Diz a matéria que ele é escritor? De que mesmo? Não tenho meus olhos para olhar nem um título De um “livro” quanto mais lê. Vale dizer que sendo do G não precisa dizer muita coisa é nem perder tempo.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.