Ataque aéreo dos EUA elimina principal general do Irã

Trump ordenou bombardeio norte-americano em Bagdá. Chefe da Guarda Revolucionária do Irã foi neutralizado.

Qassem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária do Irã, morreu em um ataque aéreo dos Estados Unidos, nesta quinta-feira (2), em Bagdá, capital do Iraque.

O Pentágono confirmou o bombardeio. O objetivo foi deter planos de futuros ataques iranianos. A ordem partiu do presidente Donald Trump.

Em mensagem no Twitter, ainda na noite desta quinta, o chefe da Casa Branca não escreveu nada, apenas compartilhou a imagem da bandeira norte-americana.

Desde o fim do mês de outubro, militares e diplomatas americanos foram alvo de ataques. Na última semana, um funcionário dos EUA morreu em um bombardeio com foguetes.

O ataque ocorreu no Aeroporto Internacional de Bagdá e matou também Abu Mahdi al-Muhandis, chefe das Forças de Mobilização Popular do Iraque, milícia apoiada pelo Irã, e pelo menos mais 5 pessoas, informa o portal G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.