Relato dramático de militar dos EUA em base atacada pelo Irã

“Esperava que fosse rápido. Eu estava 100% pronto para morrer”, disse o militar norte-americano.

Um sargento do Exército do Estados Unidos apresentou um relato dramático sobre o ataque lançado pelo Irã contra a base militar de Al-Asad, localizada no Iraque, no dia 8 de janeiro.

Tropas norte-americanas usam esta base com frequência em operações da coalizão internacional contra o grupo terrorista Estado Islâmico.

O soldado Akeem Ferguson disse que, assim que recebeu, pelo rádio, a informação de que seis mísseis balísticos iranianos haviam sido lançados em direção à base, se protegeu em uma espécie de “bunker” no local.

Em entrevista à emissora CNN, Fergunson explicou:

“Eu segurei minha arma, baixei a cabeça e tentei encontrar um lugar para me proteger. Então, comecei a cantar, sempre com a imagem das minhas filhas na minha cabeça.”

E acrescentou:

“Eu apenas esperei. Esperava que fosse rápido. Eu estava 100% pronto para morrer.”

RENOVA MÍDIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.