Venezuela e outros 6 países perdem direito a voto na ONU

Rússia está pronta para negociações sobre crise na Venezuela

ONU pode suspender o direito a voto de membros que deixem de pagar suas contribuições em pelo menos dois anos consecutivos.

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou, neste domingo (12), que a Venezuelae outras seis nações perderam direito a voto em 2020.

O motivo são as dívidas relativas a suas contribuições para a entidade.   

A lista negra da ONU também inclui: 

  • Gâmbia;
  • Iêmen; 
  • Lesoto;
  • Líbano;
  • República Centro-Africana;
  • Tonga.

Stéphane Dujarric, porta-voz da ONU, disse que outros três países – Comoros, São Tomé e Príncipe e Somália – também estão em atraso, mas manterão o direito a voto até setembro.   

A organização pode suspender o direito a voto de membros que deixem de pagar suas contribuições em pelo menos dois anos consecutivos, desde que a situação não dependa de causas de força maior reconhecidas pela própria entidade, informa a agência ANSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.